Home Notícias Marcos Negrini e Lauren Grinberg são campeões do Aberto de São Paulo
0

Marcos Negrini e Lauren Grinberg são campeões do Aberto de São Paulo

0
0
foto: Thais Pastor/FPG
foto: Thais Pastor/FPG

Os paulistas Marcos Negrini, que jogava em casa, e Lauren Grinberg, do Lago Azul, conquistaram os títulos do 68º Aberto do Estado de São Paulo, uma das mais antigas, tradicionais e importantes competições do golfe brasileiro, que começou na sexta-feira, 11 de agosto, e terminou neste domingo, 13, no Damha Golf Club, em São Carlos (SP).

O torneio organizado pela Federação Paulista de Golfe (FPG) valeu para os rankings Mundial (WAGR), nacional e estadual e teve patrocínio da Embrase e apoio do R&A, Confederação Brasileira de Golfe (CBG), Damha GC a Santa Emília/Honda, que ofereceu um Civic Touring 1.5 Turbo, no valor de R$ 125 mil para quem fizesse um hole-in-one, mas ninguém levou.

Negrini e o paranaense Daniel Celestino, do Graciosa, de 16 anos, juvenil número 1 do Brasil, começaram o dia empatados em primeiro e duelaram o dia todo pelo título. Ambos finalizaram os três dias de torneio empatados com 218 tacadas.

O desempate foi no buraco 9, de par 5, com o tiro para o green defendido por um grande lago. Após errar seu drive pela esquerda, Celestino tentou ir para o green com a segunda, mas sua bola voltou para a água. Negrini também errou o drive pela esquerda, mas colocou a segunda no começo do green. Celestino teve que bater a quarta quase do green do 18, com muita água na frente, e, apesar de um bom primeiro putt, não salvou o par. Negrini deixou o primeiro putt curto, errou o segundo por pouco e precisou apenas empurrar a bola para fazer par e comemorar o título.

“Queria dar essa alegria para meu pai, já que hoje é o Dia dos Pais e ele merece muito, pois foi sempre que me incentivou a jogar golfe”, disse Negrini, que é conhecido como “Pezinho”, já que o apelido de seu pai, o mais antigo funcionário do Damha, é “Pezão”.

Negrini venceu com 218 (72/72/74) tacadas, duas acima do par, mesmo total de Celestino (74/70/74). O gaúcho Herik Machado, o número 1 do Brasil, do Belém Novo, ficou em terceiro, com 221 (73/76/72). O sul-coreano Jinbo Ha foi quarto colocado, com 222 (75/71/76), seguido pelo carioca Daniel Kenji Ishii, do Itanhangá, com 224 (74/72/78)

Feminino – O torneio feminino também teve final emocionante, com Lauren Grinberg virando o jogo sobre Fernanda Lacaz, do São Fernando, que liderava desde o primeiro dia. Lauren jogou uma acima no domingo, a melhor volta do torneio, para igualar seu melhor resultado em muito tempo e vencer por duas de vantagem, com 236 (84/79/73) tacadas, vinte acima.  Fernanda, de 15 anos, foi a vice-campeã com 238 (75/85/78). Daniela Arantes, do São Fernando, foi a terceira colocada, com 224 (82/86/76). Meidy Gama, do Gávea, que começou o dia em segundo, terminou em quarto com 245 (83/78/84), seguida por Vitoria Monteiro, de Japeri, com 263 (87/90/86).