Home Notícias Aberto do Guarapiranga: Thomas Choi e Lauren Grinberg são campeões
0

Aberto do Guarapiranga: Thomas Choi e Lauren Grinberg são campeões

0
0

Depois de liderar por quase todo o final de semana, Thomas Choi foi surpreendido por Pedro Marchioni, seu companheiro do São Paulo Golf Club, que fez a melhor volta do deste domingo, 21 de julho, e de todo torneio, para levar a decisão do 48º Campeonato Aberto Masculino e Feminino de Golfe do Guarapiranga Golf & Country Club para o desempate. Foram precisos dois buracos extras, jogados no 18, em frente a um grande público, para que Choi garantisse, com um bogey, seu primeiro título em torneios de dois dias válido para o ranking da Federação Paulista de Golfe (FPG). No feminino, vitória de ponta a ponta de Lauren Grinberg, do Lago Azul.

Depois de perder 15 quilos com regime e trabalho de preparação física na academia Tiro Certo, das irmãs Dani e Gabi Arantes, e de dar uma boa espichada, Choi vem tendo dificuldades para se acomodar a seu novo centro de gravidade e ser consistente com seu swing. Choi havia feito o melhor resultado do sábado, 20, jogado com greens muito rápidos, abrindo duas tacadas de vantagem, mas errou muito no domingo, a começar por um quádruplo bogey-9 no buraco 7, onde com a drive no meio da raia mandou a bola na água, antes de passar o green, errar na volta e entregar quase toda a vantagem que acumulara até lá.

Decisão
Choi ainda recuperou uma tacada com birdie no 9, seu segundo e último dia, e depois de um duplo bogey no 10, e de um bogey no 12, buracos aonde foi na água novamente, fez pares até o final para terminar com 152 (73-79) tacadas, dez acima do par. Com todos os tees mais atrás no domingo, esse resultado bastaria para Choi vencer, uma vez que nos três últimos grupos ninguém jogou melhor do que 77 (+6). Mas quatro grupos à frente do pelotão, Marchioni vinha fazendo uma das melhores voltas de sua vida. Jogou uma acima de ida, com um bogey, e par de volta, e teria vencido não fosse um bogey no 17. Terminou em 152 (73-79), dez acima, empatado em primeiro.

Nem Choi nem Marchioni jogaram bem o playoff, no buraco onde ambos fizeram par na volta regular. Mas depois de bogey de ambos no primeiro buraco extra, Choi venceu com um novo bogey “salvo” da banca, para comemorar o título, mas deixar o campo preocupado com a inconsistência de seu swing. E nem terá tempo para ajustá-lo com Erik Andersson, seu coach, pois embarca na noite desta segunda-feira para defender o título em seu último Brasileiro Juvenil, de quarta a sexta-feira, no Clube Curitibano, em Quatro Barras, região metropolitana de Curitiba (PR).

Destaques
Joakim Thrane, que defendia o título, e seu filho mais novo, Stefano, do Clube de Campo, que estão de mudança para os EUA, jogaram 77 pelo segundo dia seguido e empataram em terceiro lugar, com 154 tacadas. Lucas Steinhoff, do São Paulo, veio a seguir, com 156 (75-81), seguido por Sebastian Thrane, o irmão mais velho, que fez a segunda melhor volta do domingo para terminar em sexto, com 158 (82-76). Em sétimo, com 159, mais uma dobradinha familiar, com Renato Song (82-77) e Nick (79-80), seu filho mais novo, dividindo a posição com Sergio Aparecido da Costa (75-84), capitão e melhor jogador do Guarapiranga no torneio, que havia saído no pelotão.

Armando Lowndes, do Ibiúna, terminou em décimo na geral, mas venceu a categoria com handicap índex até 8,5, com 142 (76-66) tacadas, o par do campo, ao superar, nos critérios de desempate, Stefano Thrane (71-71), que jogou pior na volta final. Lucas Steinhoff levou o troféu de terceiro colocado, com 146 (70-76) tacadas. Na 8,6 a 14, vitória de ponta a ponta de Plinio Albregard, do Arujá, com 140 (67-73), duas abaixo. Jiahai Huang (72-69), do São Paulo, foi o vice-campeão no desempate com Paulo Russo, do Paradise (70-71), depois que ambos somaram 141 tacadas e terminaram apenas uma atrás do campeão.

Na 14,1 a 19,4, vitória de Cassio Filizola, do Clube de Campo, com 139 (69-70) tacadas, quatro abaixo. Ivan Ribeiro, do Guarapiranga foi o vice, com 142 (72-70), seguido por Oldemar José Vieira, do Santos São Vicente, com 143 (74-69), que superou William Muniz (68-75), do Ibiúna, nos critérios de desempate. E na 19,5 a 25,7, o campeão foi Tang Wen, presidente do Guarapiranga, com 134 (69-65) tacadas, oito abaixo do par. José Carlos de Araújo, do Ibiúna, foi o vice com 138 (70-68), seguido por Antônio Carlos Padula, presidente da FPG, com 148 (73-75).

Feminino
Entre as mulheres, Lauren Grinberg, que joga há um ano pela Barry University, nos EUA, e está de férias no Brasil, onde defende o Lago Azul, não jogou o que sabe, mas duas voltas de 78 tacadas lhe deram o título com 156 no total e dez de vantagem sobre o Raquel Shin, vice capitã do Guarapiranga, que defendia o título e foi vice com 166 (82-84). Julia Vilas Boas, diretamente filiada à FPG ficou em terceiro, com 173 (86-87), seguida por Helena Miyaguti, do São Fernando, com 181 (94-87), e pela capitã Dayse Chang In In, com 183 (88-95).

Entre as mulheres com índex até 16, a campeão foi Julia Vilas Boas, com 141 (70-71), seguida por Dayse Chang In In, com 151 (72-79) e por Helena Miyaguti, com 153 (80-73). E na 16,1 a 25,7, vitória de Sadako Kuramochi, do Guarapiranga, com 154 (73-81), no desempate com Yoon Chung, do São Fernando, que também somou 154 (73-81), mas foi pior não domingo. Jeny Youn, do Guarapiranga, ficou em terceiro, com 159 (78-81).

Premiação
Mauro Batista, diretor executivo da FPG, comandou a entrega de prêmios que teve a mesa formada por Tang Wen, presidente do Guarapiranga; Antônio Carlos Padula, presidente da FPG; Ademir Mazon, vice-presidente da FPG; e pelo capitães Sergio Aparecido consta e Dayse Chang In In. O evento terminou com coquetel e um almoço de confraternização, com música ao vivo, onde não faltou a costela no bafo, prato tradicional da casa.

Thomas Choi toma susto, mas venceu no playoff; Lauren Grinberg levou título feminino de ponta a ponta. Foto: Thais Pastor/F2 Comunicação

Hak You Kim, Consul Geral da Coréia do Sul em São Paulo, jogou na volta final, como convidado de honra, no grupo de Wen, presidente do Guarapiranga, clube que tem grande número de sócios coreanos. O 48º Campeonato Aberto Masculino e Feminino de Golfe do Guarapiranga Golf & Country Club teve patrocínio da Gocil Segurança e Serviços, Bem – Emergências Médicas, e Concremat – engenharia e tecnologia. A organização foi da Federação Paulista de Golfe e do Guarapiranga Golf & Country Club.

Veja os resultados completos aqui.

Fonte: Federação Paulista de Golfe