Home Turismo Aquiraz: encantos de um paraíso golfístico no Ceará
0

Aquiraz: encantos de um paraíso golfístico no Ceará

0
0

por_ Fernando Vieira

O município de Aquiraz, na região metropolitana de Fortaleza, é a capital do golfe cearense. Contudo, foi no minicampo do Parque Estadual do Cocó onde aconteceram as primeiras tacadas. O golfe no Ceará evoluiu muito com a inauguração em 2009 do Aquiraz Riviera Golf Course, com 18 buracos, o primeiro campo de golfe do estado e que faz parte do complexo do Dom Pedro Laguna Beach Resort & Golf. Depois vieram o Catu Lake Golf, um campo de pitch & putt, em 2014, e o Golf Ville Resort Residence, inaugurado em 2017, os dois com nove buracos, construídos em condomínios residenciais em Aquiraz.

No Brasil faltam campos públicos para que o crescimento do esporte no país seja uma realidade a ser comemorada. No Parque Estadual do Cocó, jovens carentes experimentam o golfe no minicampo, de cinco greens e nove saídas, inaugurado em 2017 e funcionando efetivamente a partir de 2018. “Para essa realização foi fundamental a parceria entre a administracão do Parque e a Confraria de Golfe do Ceará, uma organização social informal criada há um ano por 18 golfistas e que em outubro deste ano já contava com 73 participantes”, diz Antenor Naspolini, um dos mais antigos golfistas do parque e grande incentivador das crianças. O local é mantido pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará e o gestor do parque, responsável direto pelo campo de golfe, é Paulo Lira, que tem dedicado um esforço especial na manutenção do campo.
“Além de ser um campo público, raro no Brasil, o minicampo conta com boa iluminação que possibilita a prática do golfe à noite.

O município de Aquiraz, na região metropolitana de Fortaleza, é a capital do golfe cearense. Contudo, foi no minicampo do Parque Estadual do Cocó onde aconteceram as primeiras tacadas

A maior distância é a do buraco 8, com 47 jardas, e a menor a do buraco 2, com 30 jardas. Duas iniciativas despontaram no primeiro ano de funcionamento do minicampo do parque público: o golfenique e alunos da escola pública aprendendo golfe“, completa Antenor Naspolini.
Às aulas para as crianças da escola pública são às sextas-feiras à tarde e nos sábados de manhã, sendo dadas por Antenor Naspolini, com o apoio de Ana Libia da Silva Costa (Baiba), uma jovem que trabalha na ONG que apoia as crianças, e também da golfista Eliane Lemos. Os 17 alunos de 9 a 15 anos, 12 meninos e 5 meninas, também desenvolvem atividades educativas como reforço escolar e informática na ONG que apoia o projeto.

O profissional Adilson da Silva, que representou o Brasil na volta do golfe aos Jogos Olímpicos, no Rio 2016, conta em suas entrevistas que começou como caddie e lembra da sua origem humilde, em Santa Cruz do Sul (RS), onde deu suas primeiras tacadas com galhos de árvores improvisados. A história se repete no parque do Cocó, onde muitos putters são feitos de madeira e todos torcem para que surjam novos profissionais de golfe para representar o país entre crianças que têm tão pouco e aprenderam a gostar do golfe.

A construção do Aquiraz Riviera Golf Course, localizado no maior complexo turístico-imobiliário do Ceará, impulsionou o esporte no Estado. O campo de padrão internacional, em um espaço de 80 hectares, possui 18 buracos, par 72, 7.322 jardas, com quatro tees de saída (preto, azul, branco e vermelho). O projeto, realizado pelo conceituado arquiteto Donald Stell, privilegia a natureza, mantendo a vegetação natural, reduzindo, ao mínimo, a movimentação de terras e aproveitando ao máximo a ondulação do terreno.

O campo está a 48 km de Fortaleza e é um dos mais bonitos do Brasil, cercado por mar e dunas e pela bela paisagem da praia de Marambaia. O Aquiraz Riviera Golf Course é constituído por dois percursos bem diferentes, em que cada nove buracos são denominados por Ocean Golf Course (ida) e Dunes Golf Course (volta), num total de 90 hectares. O Ocean Golf Course tem uma vista deslumbrante do mar e obriga a um jogo mais curto, com 3.415 jardas, e mais técnico, requerendo dos jogadores bastante precisão e estratégia. O Dunes Golf Course tem percurso de 3.560 jardas, características estratégicas, com uma série de buracos deslumbrantes em sequência, como os buracos 13, 14, 15 e 16.

O campo proporciona aos golfistas uma experiência singular pelos desafios que apresenta e também pelos fortes e constantes ventos. “Eu tenho dez anos de Aquiraz Riviera, estou desde o lançamento da pedra fundamental, e hoje em dia são atualmente quase cem golfistas praticantes assíduos, sem falar do grande número de crianças fazendo suas primeiras aulas”, comenta Max Lima, profissional e professor de golfe do Aquiraz. Um dos destaques é o jovem Daniel Miqueias, de dez anos, filho do operador de máquinas que cuida do gramado do Aquiraz Riviera, Miqueias Rodrigues. Em novembro, Daniel ganhou um grande incentivo de outro grande profissional brasileiro, Alexandre Rocha, que viu o garoto nas redes sociais e mandou alguns presentes, mas o mais importante foi a carta e suas palavras de incentivo: “vi seu swing e fiquei impressionado com seu talento e seu potencial”, entre outra palavras.

O campo faz parte do Dom Pedro Laguna Beach Resort & Golf, que em 2018 foi eleito pelo World Golf Awards como o melhor resort de golfe do Brasil. O empreendimento ocupa uma área total de 300 hectares, com 58 hectares de área de proteção ambiental (APA) e 1.800 metros de frente para o mar.

Também aberto ao público em geral, o Catu Lake Golf é um campo executivo, estilo pitch & putt, com nove buracos pares três, com duas saídas cada, inaugurado em 2014, também em Aquiraz. O campo com tiros curtos foi desenhado e executado por Henrique Belem, engenheiro e capitão de golfe no Aquiraz Riviera. O complexo Catu Lake oferece estrutura para eventos sociais, além de amplo resort residencial, restaurante e spa. São 300 mil metros quadrados de lazer, piscinas, playground, quadras, fitness, parque aquático e o campo de golfe.

O mais novo empreendimento cearense é o Golf Ville Resort Residense, em Porto das Dunas, que fica a apenas um quilômetro de distância do Beach Park e foi concluído em 2017. É um campo executivo de nove buracos, pares três, driving range com distâncias de até 200 jardas e putting green com área de prática de 3.700 metros quadrados. O campo ocupa 8,5 hectares, e os buracos têm de 77 a 181 jardas, com três tees de saída de diferentes distâncias, além de uma belíssima Clube House com piscina, salão de jogos, sauna, restaurante, cinema e spa. O detalhe exclusivo deste campo é ser totalmente iluminado, permitindo o jogo noturno.

O campo foi projetado por Claudio Golombek, engenheiro agronômo, paisagista e especialista em campos de golfe, e o projeto conceitual do empreendimento foi produzido pelo escritório Benedito Abbud, de São Paulo, juntamente com o escritório de arquitetura Nasser Hissa, de Fortaleza.

“Como o espaço era apertado e o objetivo era um campo com nove buracos, acabamos por optar pelo campo de pares três. Uma das nossas maiores preocupações foi a segurança dos pedestres, uma vez que há grande proximidade do campo em relação aos prédios. Acompanhamos a obra, fazendo sua supervisão arquitetônica e projetamos todo o paisagismo do campo de golfe, projeto complementar ao executivo do campo. Utilizamos espécies nativas e exóticas, criando um ambiente esportivo e bonito”, informa Claudio Golombek.

“Toda a água da irrigação vem do lago, locado entre o tee e o green do buraco 8, que é relativamente curto, mas desafiante, principalmente se considerarmos os fortes e

Golf Ville Resort Residence, inaugurado em 2017 | Foto: Divulgação

A construção do Aquiraz Riviera Golf Course, localizado no maior complexo turístico-imobiliário do Ceará, impulsionou o esporte no Estado. O campo de padrão internacional, em um espaço de 80 hectares, possui 18 buracos, par 72, 7.322 jardas, com quatro tees de saída (preto, azul, branco e vermelho). O projeto, realizado pelo conceituado arquiteto Donald Stell, privilegia a natureza, mantendo a vegetação natural, reduzindo, ao mínimo, a movimentação de terras e aproveitando ao máximo a ondulação do terreno.

O campo está a 48 km de Fortaleza e é um dos mais bonitos do Brasil, cercado por mar e dunas e pela bela paisagem da praia de Marambaia. O Aquiraz Riviera Golf Course é constituído por dois percursos bem diferentes, em que cada nove buracos são denominados por Ocean Golf Course (ida) e Dunes Golf Course (volta), num total de 90 hectares. O Ocean Golf Course tem uma vista deslumbrante do mar e obriga a um jogo mais curto, com 3.415 jardas, e mais técnico, requerendo dos jogadores bastante precisão e estratégia. O Dunes Golf Course tem percurso de 3.560 jardas, características estratégicas, com uma série de buracos deslumbrantes em sequência, como os buracos 13, 14, 15 e 16.

O campo proporciona aos golfistas uma experiência singular pelos desafios que apresenta e também pelos fortes e constantes ventos.
“Eu tenho dez anos de Aquiraz Riviera, estou desde o lançamento da pedra fundamental, e hoje em dia são atualmente quase cem golfistas praticantes assíduos, sem falar do grande número de crianças fazendo suas primeiras aulas”, comenta Max Lima, profissional e professor de golfe do Aquiraz. Um dos destaques é o jovem Daniel Miqueias, de dez anos, filho do operador de máquinas que cuida do gramado do Aquiraz Riviera, Miqueias Rodrigues. Em novembro, Daniel ganhou um grande incentivo de outro grande profissional brasileiro, Alexandre Rocha, que viu o garoto nas redes sociais e mandou alguns presentes, mas o mais importante foi a carta e suas palavras de incentivo: “vi seu swing e fiquei impressionado com seu talento e seu potencial”, entre outra palavras.

O campo faz parte do Dom Pedro Laguna Beach Resort & Golf, que em 2018 foi eleito pelo World Golf Awards como o melhor resort de golfe do Brasil. O empreendimento ocupa uma área total de 300 hectares, com 58 hectares de área de proteção ambiental (APA) e 1.800 metros de frente para o mar.
Também aberto ao público em geral, o Catu Lake Golf é um campo executivo, estilo pitch & putt, com nove buracos pares três, com duas saídas cada, inaugurado em 2014, também em Aquiraz. O campo com tiros curtos foi desenhado e executado por Henrique Belem, engenheiro e capitão de golfe no Aquiraz Riviera. O complexo Catu Lake oferece estrutura para eventos sociais, além de amplo resort residencial, restaurante e spa. São 300 mil metros quadrados de lazer, piscinas, playground, quadras, fitness, parque aquático e o campo de golfe.

O mais novo empreendimento cearense é o Golf Ville Resort Residence, em Porto das Dunas, que fica a apenas um quilômetro de distância do Beach Park e foi concluído em 2017. É um campo executivo de nove buracos, pares três, driving range com distâncias de até 200 jardas e putting green com área de prática de 3.700 metros quadrados. O campo ocupa 8,5 hectares, e os buracos têm de 77 a 181 jardas, com três tees de saída de diferentes distâncias, além de uma belíssima Clube House com piscina, salão de jogos, sauna, restaurante, cinema e spa. O detalhe exclusivo deste campo é ser totalmente iluminado, permitindo o jogo noturno.

O campo foi projetado por Claudio Golombek, engenheiro agronômo, paisagista e especialista em campos de golfe, e o projeto conceitual do empreendimento foi produzido pelo escritório Benedito Abbud, de São Paulo, juntamente com o escritório de arquitetura Nasser Hissa, de Fortaleza.

“Como o espaço era apertado e o objetivo era um campo com nove buracos, acabamos por optar pelo campo de pares três. Uma das nossas maiores preocupações foi a segurança dos pedestres, uma vez que há grande proximidade do campo em relação aos prédios. Acompanhamos a obra, fazendo sua supervisão arquitetônica e projetamos todo o paisagismo do campo de golfe, projeto complementar ao executivo do campo. Utilizamos espécies nativas e exóticas, criando um ambiente esportivo e bonito”, informa Claudio Golombek.

“Toda a água da irrigação vem do lago, locado entre o tee e o green do buraco 8, que é relativamente curto, mas desafiante, principalmente se considerarmos os fortes e constantes ventos locais. Um dos últimos projetos foi o de iluminação do campo. O desenho optou por incluir buracos de dificuldades variadas e o estilo escolhido lembra o vernáculo local, que é um relevo de dunas, suave ondulado, muito afetado pelo constante vento que vem do mar. Optamos por greens ondulados, todos construídos segundo técnicas americanas, tipo California Greens, mais apropriados para zonas com baixa pluviometria. As bancas foram desenhadas para oferecer desafios interessantes, além de serem colocadas estrategicamente para evixir mais raciocínio do golfista, oferecendo uma experiência inesquecível, com paisagem deslumbrante, num ambiente familiar e respeitoso”, completa Golombek.

Os passeios turísticos cearenses vão além de praias famosas de Fortaleza, Jericoacoara e Canoa Quebrada, atraindo mais de 3 milhões de turistas ao ano, e o turismo de golfe entrou nesse mercado que movimenta milhões de reais, recebendo jogadores brasileiros e estrangeiros. Nas próximas férias você pode incluir o golfe na bagagem e se preparar para encarar os fortes ventos nos campos do Ceará.


“Eu tenho dez anos de Aquiraz Riviera, estou desde o lançamento da pedra fundamental, e hoje em dia são atualmente quase cem golfistas praticantes assíduos, sem falar do grande número de crianças fazendo suas primeiras aulas”, comenta Max Lima, profissional e professor de golfe do Aquiraz. Um dos destaques é o jovem Daniel Miqueias, de dez anos, filho do operador de máquinas que cuida do gramado do Aquiraz Riviera, Miqueias Rodrigues. Em novembro, Daniel ganhou um grande incentivo de outro grande profissional brasileiro, Alexandre Rocha, que viu o garoto nas redes sociais e mandou alguns presentes, mas o mais importante foi a carta e suas palavras de incentivo: “vi seu swing e fiquei impressionado com seu talento e seu potencial”, entre outra palavras.

O campo faz parte do Dom Pedro Laguna Beach Resort & Golf, que em 2018 foi eleito pelo World Golf Awards como o melhor resort de golfe do Brasil. O empreendimento ocupa uma área total de 300 hectares, com 58 hectares de área de proteção ambiental (APA) e 1.800 metros de frente para o mar.

Também aberto ao público em geral, o Catu Lake Golf é um campo executivo, estilo pitch & putt, com nove buracos pares três, com duas saídas cada, inaugurado em 2014, também em Aquiraz. O campo com tiros curtos foi desenhado e executado por Henrique Belem, engenheiro e capitão de golfe no Aquiraz Riviera. O complexo Catu Lake oferece estrutura para eventos sociais, além de amplo resort residencial, restaurante e spa. São 300 mil metros quadrados de lazer, piscinas, playground, quadras, fitness, parque aquático e o campo de golfe.

O mais novo empreendimento cearense é o Golf Ville Resort Residense, em Porto das Dunas, que fica a apenas um quilômetro de distância do Beach Park e foi concluído em 2017. É um campo executivo de nove buracos, pares três, driving range com distâncias de até 200 jardas e putting green com área de prática de 3.700 metros quadrados. O campo ocupa 8,5 hectares, e os buracos têm de 77 a 181 jardas, com três tees de saída de diferentes distâncias, além de uma belíssima Clube House com piscina, salão de jogos, sauna, restaurante, cinema e spa. O detalhe exclusivo deste campo é ser totalmente iluminado, permitindo o jogo noturno.
O campo foi projetado por Claudio Golombek, engenheiro agronômo, paisagista e especialista em campos de golfe, e o projeto conceitual do empreendimento foi produzido pelo escritório Benedito Abbud, de São Paulo, juntamente com o escritório de arquitetura Nasser Hissa, de Fortaleza.

“Como o espaço era apertado e o objetivo era um campo com nove buracos, acabamos por optar pelo campo de pares três. Uma das nossas maiores preocupações foi a segurança dos pedestres, uma vez que há grande proximidade do campo em relação aos prédios. Acompanhamos a obra, fazendo sua supervisão arquitetônica e projetamos todo o paisagismo do campo de golfe, projeto complementar ao executivo do campo. Utilizamos espécies nativas e exóticas, criando um ambiente esportivo e bonito”, informa Claudio Golombek.

“Toda a água da irrigação vem do lago, locado entre o tee e o green do buraco 8, que é relativamente curto, mas desafiante, principalmente se considerarmos os fortes e constantes ventos locais. Um dos últimos projetos foi o de iluminação do campo. O desenho optou por incluir buracos de dificuldades variadas e o estilo escolhido lembra o vernáculo local, que é um relevo de dunas, suave ondulado, muito afetado pelo constante vento que vem do mar. Optamos por greens ondulados, todos construídos segundo técnicas americanas, tipo California Greens, mais apropriados para zonas com baixa pluviometria. As bancas foram desenhadas para oferecer desafios interessantes, além de serem colocadas estrategicamente para evixir mais raciocínio do golfista, oferecendo uma experiência inesquecível, com paisagem deslumbrante, num ambiente familiar e respeitoso”, completa Golombek.

Os passeios turísticos cearenses vão além de praias famosas de Fortaleza, Jericoacoara e Canoa Quebrada, atraindo mais de 3 milhões de turistas ao ano, e o turismo de golfe entrou nesse mercado que movimenta milhões de reais, recebendo jogadores brasileiros e estrangeiros. Nas próximas férias você pode incluir o golfe na bagagem e se preparar para encarar os fortes ventos nos campos do Ceará.