Home Notícias Brasileiros jogam na Austrália, Myanmar e Colômbia
0

Brasileiros jogam na Austrália, Myanmar e Colômbia

0
0

Brasileiros jogam na Austrália, Myanmar e ColômbiaQuatro dos melhores golfistas brasileiros da atualidade disputam torneios válidos para os rankings mundial e olímpico da modalidade de quinta a domingo. Eles buscam vaga para representar ao Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, que marcam o retorno do golfe às Olimpíadas após 112 anos de ausência.

A paulista Victoria Lovelady e a paranaense Miriam Nagl disputam o Oates Victorian Open, etapa do Australian Ladies Professional Golf (ALPG), o circuito feminino profissional de golfe da Austrália. Será o primeiro torneio do ano válido para ranking mundial e olímpico que as duas disputam. Victoria é a brasileira melhor posicionada no ranking mundial (501º lugar), e seria dela a vaga nas Olimpíadas destinada ao país sede.

Miriam, que está em 598º no ranking, vem treinando desde o início do mês na Austrália, onde venceu um torneio e obteve mais duas colocações entre as cinco primeiras colocadas para chegar à terceira posição do Money List do ALPG. Ambas contam com apoio da Confederação Brasileira de Golfe (CBG) e do Comitê Olímpico do Brasil, com recursos da Solidariedade Olímpica Internacional.

Silva e Rocha – O gaúcho Adilson da Silva, melhor golfista brasileiro da atualidade (336º do ranking mundial), tenta garantir sua permanência na zona de classificação para as Olimpíadas com a disputa do Myanmar Open, etapa do circuito asiático que será disputada em Myanmar. Se os Jogos fossem hoje, Adilson estaria classificado (está na 59ª colocação do ranking olímpico, num torneio de 60 jogadores), mesmo que o Brasil não tivesse vaga garantida por ser país sede. Silva também tem o apoio da CBG e do COB para esse campeonato.

Alexandre Rocha, por sua vez, disputa o Colombia Championship, etapa do Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour, que acontece em Bogotá, na Colômbia. Rocha, que foi 41º colocado no Panamá na semana passada, luta para passar o corte e ganhar pontos para o ranking mundial.

No momento, ele é o terceiro melhor brasileiro do mundo (605º), e tem até julho para tentar garantir sua vaga nos Jogos Olímpicos – para isso, tem que ultrapassar Silva ou ficar próximo da 300ª colocação no ranking mundial para que o Brasil tenha dois representantes.

O paulista Lucas Lee, que está em 389º lugar no ranking mundial e também luta por uma vaga olímpica, não joga esta semana no PGA Tour, circuito ao qual pertence.

Fonte: http://www.cbg.com.br/?p=10842