Home Torneios Damha Golf Club – Sangue novo
0

Damha Golf Club – Sangue novo

0
0

Juvenil faz a melhor volta do torneio para ser campeão da animada competição do clube de São Carlos

campeao-Paulo-Vitor-MattosO Aberto Damha Golf Club – Taça Gocil de Golfe, realizado em setembro, mais uma vez mostrou que o clube de São Carlos, no interior paulista, é craque em realizara eventos que misturam competição de alto nível com uma festa daquelas, com direito a show memoráveis e a tudo do bom e do melhor, como o tradicional churrasco de cordeiro no rolete na final.

Paulo Vitor Mattos, do VistaVerde Golf Club, e Lucia Guilger, do São Fernando Golf Club, foram os campeões scratch. Mattos somou 147 (74/73), contra 149 (76/73) de Marcos Negrini, revelação do Damha Golf Club que tentava sua segunda vitória consecutiva.

O americano Glen Boggini, campeão em 2013 e vice em 2014, desta vez terminou em terceiro, com 155 (80/75) tacadas. Marcelo Gullo, do São Paulo, ficou em quarto, com 158 (82/76), seguido pelo juvenil Pedro Nagayama, o número 1 de São Paulo, com 160 (82/78) e por Hélio Junqueira Meirelles, do Ipê, com 161 (84/77).

No scratch feminino, a vitória de Lucia Guilger, a Barata, foi um pouco mais folgada: ela venceu de ponta a ponta para conquistar seu quarto título. Barata somou 171 (89/82) tacadas. Adriana Cabernite, do São Fernando, foi a vice-campeã, com 179 (91/88), seguida por Milena Marzola, também do São Fernando, com 199 (98/101).

Na classificação com handicap, Paulo Mattos também foi o campeão entre os de índex até 8,5, com 143 tacadas, seguido de Ademir Mazon, de Campinas, vice-presidente da Federação Paulista de Golfe, com 148, mesmo resultado de Matheus Oliveira, do Damha, que ficou com o terceiro lugar. Na 8,6 a 14, Carlos Levorin, do São Paulo foi campeão, com 142 tacadas, ao derrotar Emiliano Azevedo, do Damha, nos critérios de desempate, e Marcelo Varella, do São Fernando, terminou em terceiro, com 145.

Na 14,1 a 19,4 o campeão foi João Migotto, do São Fernando, com 144 tacadas, seguido por Cristiano Verdi, do Quinta do Golfe, com 145, e por Ricardo Pagola, do Champs Privès, com 147. Já na 19,5 a 25,7, só deu Damha, com vitória de Adilson Leite, com 134, seguido por Ronaldo Mardegan, com 135 e por Luiz Albuquerque, com 143.

Adriana foi a campeã da categoria com Índex até 16,0, com 155 tacadas, deixando Barata em segundo, com 161, Milena em terceiro, com 165, e Marisa Fabbri, do São Fernando, em quarto, com 169. Na 16,1 a 25,7, a campeã foi Cecília Moura, do São Fernando, com 161, seguida por Marisa Machado, do Damha, vice com 183, e por Marcia Kurotaki, também do Damha, com 191.

Uma das atrações da volta final foi a presença da profissional Victoria Lovelady, que jogou como convidada especial de Washington Cinel, presidente da Gocil, ao lado ainda do apresentador Otávio Mesquita e do empresário Angelo Derenze. Lovelady, que joga na Europa, ganhou o patrocínio da Gocil para lutar por uma vaga olímpica – ela já é patrocinada pela Nespresso e pela Lexus e tem o apoio da Confederação Brasileira de Golfe (CBG) e do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Sábado, após o jogo, os convidados foram brindados com o Carnaval do Apito de Mestre, comandado por Mestre Anselmo. O evento teve ainda shows das bandas Yex e Sexy Jazz.

O Aberto do Damha Golf Club 2015 – Taça Gocil de Golfe teve como patrocinadores oficiais a Gocil Segurança e Serviços e a Damha Urbanizadora. O copatrocínio foi da Secretaria de Turismo do Governo do Estado de São Paulo, Grau Gestão e Compact Car. Os parceiros foram Spa Merano, Saccaro, Zada Seguros, Natural Hair, TomTom, Marriot Vacation Club, Monte Cristo Joalheria, Toalhas São Carlos, Nascimento Turismo, Royal Caribean, Montecatti Vinhos Italianos, Cachaça Velho Barreiro, Casa Grande Hotel e Hotel Holiday Inn. O torneio teve ainda apoios de Tulha Restaurante, Almeida Budoya, Agua Villa Fonte, Club Med, Fibrasmil, São Bento Golfe, Chivas, Paleteria Original, The Black Bird Pub, Açaí Frooty, TNT, Itaipava e Trem Bão. A realização foi do Damha Golf Club, 4 DOT e Federação Paulista de Golfe.