Home Notícias Aquiraz: paraíso do golfe no Ceará
0

Aquiraz: paraíso do golfe no Ceará

0
0

Construído em enormes dunas de areia, o Clube de Golfe Aquiraz Riviera é um dos mais bonitos campos do Brasil. O que faz este campo tão especial é a habilidade do arquiteto em cavar as dunas e distribuir os buracos de uma forma que você tem visão do mar em praticamente todos eles. E que mar lindo.

No caminho do campo você vai cruzar algumas fazendas eólicas, o que não é coincidência, pois o litoral de Fortaleza é famoso por seus ventos fortes e constantes. Jogar nessas condições exige do golfista muita atenção, pois em algumas ocasiões é necessário usar dois ou três tacos a mais do que o habitual.

Com duas voltas bem distintas, o Dunas Course dá uma volta pelo interior da propriedade, enquanto o Ocean Course se situa ao lado do mar e oferece buracos menores e mais estreitos.

O Dunas Course inicia com um longo par quatro onde apenas um bom drive vai permitir ao jogador atacar o green, pois este é defendido por um lago de mais de 120 jardas, talvez um buraco difícil demais para iniciar o jogo, mas certamente um bom aviso sobre as dificuldades do campo.

O segundo buraco é um curto par quatro em direção ao interior da propriedade que oferece aos golfistas uma visão única do seu tamanho e beleza.

O buraco 4, par três, é o meu favorito na primeira volta, não é intimidador, não dá para ver o mar, mas foi construído no meio de uma vegetação nativa que parece uma ilha de verde no meio das dunas de areia. Talvez esse seja o buraco onde o contraste entre a areia e a mata possa ser mais bem percebido.

O Ocean Course começa com um curto, mas estreito par quatro, que vai exigir um driver controlado e um wedge de forma geral. Opte sempre por posição em detrimento de distância, pois ao sair da raia você pode encontrar tacadas muito complicadas, isso quando encontrar a bola.

O 15 é provavelmente o melhor buraco do campo, um clássico layout heroico, onde do tee o jogador tem a opção de atacar o green enfrentando um lago por toda a direita e coqueiros à esquerda ou optar por um tiro mais conservador para o meio da raia, tudo isso com uma vista panorâmica do mar ali ao lado.

O 16 é jogado com vento lateral, o que, somado com uma raia muito estreita, torna o primeiro tiro um verdadeiro desafio de matemática e precisão. Quem conseguir encontrar a raia pode se sentir orgulhoso, mas ainda sem comemorar, pois o segundo tiro para um green elevado também não é uma tacada das mais fáceis.

De forma geral, é um campo muito agradável, onde alguns buracos funcionam bem, outros nem tanto, mas se você não estiver em um torneio ou com poucas bolas na taqueira, tenho certeza que vai se divertir bastante.