Home Notícias Chileno Toto Gana é campeão do Latino-Americano
0

Chileno Toto Gana é campeão do Latino-Americano

0
0

laac-campeaoO chileno Toto Gana conquistou neste domingo o título da terceira edição do Latin America Amateur Championship (LAAC), principal campeonato de golfe amador do continente, que foi disputada no Club de Golf de Panamá, na Cidade do Panamá, a capital panamenha.

Gana derrotou o também chileno Joaquín Niemann e o mexicano Alvaro Ortiz em um emocionante playoff de dois buracos, depois de terem terminado os 72 buracos da competição empatados com 279 tacadas.

Com o título, Gana conquistou uma vaga para o Masters de Augusta deste ano, um dos principais e mais emblemáticos torneios do golfe mundial. Além disso, poderá jogar o British Amateurs e o U.S. Amateurs, dois dois principais torneios amadores do mundo. Ele também ganhou o direito de disputar as seletivas finais do US Open e do British Open.

Pelo terceiro ano consecutivo, um brasileiro esteve perto da liderança. O gaúcho Herik Machado terminou a segunda rodada, disputada na sexta-feira, na vice-liderança, mas duas voltas ruins no final de semana tiraram suas chances de lutar pelo título. No ano passado, na República Dominicana, Herik chegou a ocupar a terceira colocação na volta final, mas terminou em 13º lugar – este ano, ficou empatado em 38º. No ano anterior, na Argentina, o carioca André Tourinho foi o 3º colocado, depois de ter liderado boa parte da competição.

No Panamá, o brasileiro melhor posicionado foi o gaúcho Gustavo Chuang, empatado em 26º com 291 tacadas. Além de Herik e de Chuang, outros dois brasileiros passaram o corte e chegaram às finais: Pedro Nagayama, em 40º lugar, e Marcos Negrini, em 43º, ambos paulistas. Rohan Boettcher (RS) e Daniel Ishii (RJ) não passaram o corte.

O evento foi organizado pelo Masters, R&A (que rege o golfe no mundo todo, com exceção dos EUA e México), United States Golf Association (USGA, que rege o golfe nos EUA e México) e LAAC. A equipe brasileira, chefiada pelo técnico Nico Barcellos, viajou com apoio da CBG e do Comitê Olímpico do Brasil (COB), através de recursos da Lei Agnelo Piva.