Home Notícias O mundo esportivo parou, mas o trabalho da CBGolfe continua

O mundo esportivo parou, mas o trabalho da CBGolfe continua

by Redação

Por Euclides Gusi*

Estive nos Estados Unidos, na reunião da Federação Sul-Americana de Golfe, que realiza sua assembleia anual durante o The Players, junto com as reuniões do PGA TOUR Latinoamerica, assim facilitando em muito a adequação de calendário e datas dos eventos na América do Sul.

Este ano, porém, todos fomos pegos de surpresa com a expansão da COVID-19 e o The Players foi suspenso seu primeiro dia de competição, sendo cancelado em seguida. A sede do PGA foi fechada e as medidas do governo americano nos deixaram sem local para a nossa Assembleia.

Então, foi realizada em uma casa locada pela AAG (Associação Argentina de Golfe), única solução encontrada para podermos tomar algumas das decisões mais importantes, como: a realização ou não do Sul-Americano Juvenil, que acabou sendo transferido para uma data ainda a ser definida, e também a sede da Copa Los Andes de 2021, que deverá ser na Venezuela – mas como as condições econômicas e políticas do país estão muito difíceis, talvez seja transferida para o Brasil, adiantando em um ano a nossa realização do torneio.

Se for efetivamente transferido para o Brasil, teremos tempo para tomar todas as providencias necessárias e garantir que a próxima gestão tenha todas as condições para sediar o maior evento de Golfe Amador da América do Sul.

Além da Los Andes, no próximo ano estamos fechando com o Sir. Nick Faldo para termos pela primeira vez na América do Sul a final mundial da Faldo Series, em São Paulo, além da nossa etapa classificatória, já tradicional no calendário. Sem dúvidas será um momento muito especial para nosso golfe juvenil.

A pandemia causou para inúmeras dificuldades e os adiamentos serão necessários. Nosso Amador está sendo reprogramando para setembro ou outubro, assim como o Brasileiro Juvenil e Pré-Juvenil, que se realiza na sequência.

Os calendários das federações sofreram inúmeras alterações e acredito que muitos eventos não se realizarão, alguns por falta de data e outros por dificuldades econômicas decorrentes deste momento.

O Calendário do PGA TOUR Latinoamerica deve iniciar em outubro, e provavelmente pela ordem dos eventos, devemos realizar o Aberto do Brasil apenas em 2021, mas até agora não tivemos nenhuma definição pelo PGA se os eventos anteriores ao nossos serão todos transferidos ou alguns definitivamente cancelados. Com certeza teremos novo calendário, mas neste momento temos que aguardar as definições da organização do TOUR.

O grande evento esportivo do ano, os Jogos Olímpicos de Tóquio foram transferidos para 2021. Mais chances para nossos atletas, uma vez que temos o Alexandre Rocha em grande fase, o Rodrigo Lee no Korn Ferry Tour e o Adilson da Silva ainda na “bolha”, com grandes possibilidades, além da Luisa Altmann, sempre muito determinada.

Já por vídeo conferência, realizamos mais uma reunião da Federação Sul-Americana, no meio de abril, para podermos avaliar as condições para os nossos eventos. Mas ainda é muito cedo, vamos aguardar pelo menos mais um mês para as definições.

Aqui no Brasil, tivemos nossas Assembleias também virtuais, iniciando com o Conselho Fiscal, que analisa todas as nossas contas do ano anterior e o relatório da auditoria externa. O parecer do Conselho foi de aprovação de todas as contas da CBGolfe e o relatório da auditoria, sem nenhuma ressalva.

Seguimos com o Conselho de Administração, que, por competência analisa o parecer do Conselho Fiscal e o relatório do Presidente das atividades da CBGolfe, em todo o exercício de 2019. Também tivemos a aprovação sem nenhuma ressalva dos dois documentos. Ainda aprovamos a proposta da Diretoria de redução da taxa de filiação em 40% (quarenta por cento), para o segundo trimestre deste ano. Este valor fica pendente para conversarmos quando as condições voltarem ao normal.

Por fim, realizamos uma Assembleia Geral Extraordinária para aprovação de uma única alteração em nosso estatuto, a inclusão de reuniões e assembleias de maneira remota. Em seguida, nossa Assembleia Geral Ordinária foi realizada, de forma mista, com alguns poucos membros presentes fisicamente e os que não puderam de alguma forma comparecer, nos acompanharam e votaram virtualmente. Mais um avanço, hoje imprescindível, e o resultado foi votação unanime pela aprovação das contas e do relatório do Presidente.

Nossas novas bolsas de tacos estão prontas, nossa equipe sempre as utilizará em eventos que representem nosso País, junto com os novos uniformes da Adidas.

Não paramos nem um dia, em meio a pandemia, e estamos seguindo as determinações do Governo, com nossos colaboradores em home office, mas cumprindo todas as suas obrigações. Estamos avaliando semanalmente nosso cronograma e aguardando para tomarmos todas as ações possíveis, assim que a vida volte, ao menos um pouco, ao normal.

Grande Abraço e cuidem-se.

 

Euclides Gusi, presidente da Confederação Brasileira de Golfe (CBGolfe) 

You may also like

Leave a Comment