Home Notícias Novo ano, novas regras
0

Novo ano, novas regras

0
0

As novas e modernizadas regras do golfe foram finalizadas e liberadas por USGA e R&A e entrarão em vigor em 1° de janeiro 2019. Temos já todas as regras traduzidas para o português, impressas e prontas para distribuição. Fica aqui o agradecimento mais que especial ao nosso árbitro internacional Carlos Gasparian pelo trabalho árduo de tradução e compilação dos livros.

foto-regrasEmbora a premissa geral para essa atualização fosse esclarecer a notória ambiguidade do esporte em torno de suas diretrizes, vamos ser honestos: a linguagem das regras ainda pode ser difícil de processar. Felizmente para você, temos tudo que você precisa saber sobre as novas Regras de Golfe aqui. Fique atento, várias dessas mudanças vão afetar significativamente o seu dia a dia de jogo! Procure se atualizar com cursos oferecidos em sua Federação, em seu clube. Espalharemos diversos “emissários” das novas regras Brasil afora, e certamente você encontrará alguém pertinho de você para ajudar.

Você pode acessar o site da CBG e fazer o download dos livros de regras em português. Aproveito para divulgar que existe também uma página bem legal no Instagram que pode auxiliar nas dúvidas das novas regras: @golfrules_questions.br.

As áreas do campo

Existem cinco áreas do campo. A área geral, que cobre todo o campo, exceto pelas seguintes quatro áreas:

A área do tee do buraco que você está jogando (Regra 6.2).

Todas as “áreas de penalidade” (Regra 17).

Todos os bunkers (Regra 12).

O green do buraco quemvocê está jogando (Regra 13).

É importante saber a área do campo onde sua bola se encontra, pois isso afeta as regras que se aplicam ao jogar sua bola ou ao obter alívio.

O número de regras encolheu consideravelmente a fim de simplificar os regulamentos do esporte, existem agora 24 regras, em vez de 34. Uma considerável redução.

Houve ajustes da proposta inicial modernizada que foi lançada em 2017 – quatro, para ser exato. Depois que o primeiro rascunho foi submetido ao público e a testes (inclusive feitos aqui no Brasil), os órgãos responsáveis receberam feedback da comunidade de golfe. As alterações são uma resposta ao que ouviram.

Uma mudança é projetada especificamente para o jogador recreacional – em relação ao “fora de campo” ou a uma bola perdida. Em vez de tacada e distância, uma nova regra local permite a opção de “dropar” uma bola nas proximidades de onde a original foi perdida ou saiu fora dos limites, incluindo a área de fairway mais próxima, com uma penalidade de duas tacadas. Basicamente, se você “espantar” o seu primeiro drive no meio do mato, não precisará mais bater a terceira do tee. Em vez disso, você pode jogar a sua quarta tacada do fairway. Isso foi feito para ajudar no ritmo de jogo.

Esta regra não será aplicada no nível profissional ou em outras competições de elite ou torneios amadores ranqueados.

A altura do drop – embora a proposta inicial fosse que o jogador pudesse dropar de qualquer distância acima de duas polegadas do chão, a nova regra estipula que o drop seja feito na altura do joelho, ainda uma mudança significativa em relação ao nível atual do ombro. Lembre-se: o drop deve ser feito na altura do joelho.

Também não há mais penalidade por bater duas vezes na bola com um mesmo movimento – os golfistas agora só contarão uma única tacada quando isso acontecer.

Comprimento do taco, e não polegadas, será a medida para alívio – uma das propostas de março de 2017 exigia um padrão de 20 ou 80 polegadas, mas os golfistas responderam dizendo “Como vamos realmente medir isso?”. Os órgãos responsáveis concordaram, voltando à distância relativo ao tamanho do taco para medir a sua área de alívio.

procurando-bolaAlém dos ajustes, outras propostas no primeiro esboço de março de 2017 serão implementadas, englobando seis áreas principais: penalidades por mover a bola, regras de putting-green mais tranquilas, regras facilitadas para azares de água, ritmo de jogo, integridade do jogador e regras no bunker.

Consequências

Não há mais penalidade por mover acidentalmente uma bola no green   você ainda será penalizado, no entanto, apenas se for “virtualmente certo” que você tenha movimentado a bola de propósito.

Você pode deixar a bandeira no lugar   não só a penalidade por jogar com a bandeira sem “atendimento” foi eliminada, como você pode jogar sem remover a bandeira sem problemas!

Você pode consertar todas as marcas e irregularidades no green   qualquer dano, feito por animais, jogadores, bola, etc.

Não há mais penalidade por tocar a linha do putt – no entanto, caddies não estão autorizados a ficar atrás do jogador ou em uma extensão da linha do putt, desde o momento que o jogador toma o seu stance. Preste muita atenção nesta mudança, pois você não poderá ser “alinhado” por seu caddie ou parceiro, quando estiver pronto para jogar, mesmo que ele se afaste logo em seguida.

Agora você pode mover impedimentos em bancas e obstáculos de água – também não há penalidade por tocar o solo ou a água em uma “área de penalidade” (a nova definição para os azares de água). Na banca de areia, no entanto, você não pode encostar o taco próximo a bola. No entanto, se você estiver se apoiando e tocando a areia com o taco, tudo bem (desde que não logo atrás da bola).

Um alívio extra foi adicionado para uma bola fora de jogo em uma banca – sim, mais uma boa notícia para aqueles que têm problemas com a areia. Você pode jogar a bola de fora da banca com uma penalidade de duas tacadas.

As regras também dão mais legitimidade à sua integridade – um jogador recebe “julgamento razoável” ao estimar ou medir um local, ponto, linha, área ou distância. Seu julgamento será válido, mesmo se a evidência de vídeo mostrar posteriormente que você não estava no lugar exato.

Bola deslocada quando você a procura – agora, quando você está procurando a sua bola no meio do mato, depois de seu tradicional “slice”, ou “hook”, caso você pise nela, desloque, etc., não existe mais penalidade.

Bola enterrada no próprio pique regra já utilizada como “regra local” na grande maioria de torneios, a bola enterrada em “seu próprio pique” pode ser levantada, limpa e recebe alívio através do campo, e não somente nos fairways, como anteriormente.

Stance em um “green errado” – se a sua bola acaba parando em um green “errado” (de outro buraco que você não está jogando), você deve aliviar a bola e o seu stance.

Bola batendo em seu caddie ou no seu equipamento – agora não há mais penalidade quando você acaba tendo o acidente de bater a sua bola em seu caddie ou seu equipamento (bolsa, cart, etc.).

Você também não precisa mais anunciar quando estiver levantando uma bola para identificá-la ou ver se ela está danificada – as novas regras estão realmente confiando em você, amigo. Não decepcione.

Você não tem mais permissão de cinco minutos para procurar uma bola perdida – sua “equipe de busca” agora tem três minutos. Vamos ser honestos, você não iria encontrá-la em cinco, de qualquer maneira.

Um jogador não pode levar mais de 40 segundos para dar uma tacada – uma mudança feita para acelerar o ritmo de jogo, apesar de admitir que isso poderia ser um pouco difícil de aplicar nos torneios amadores. Mas procure sempre jogar de maneira rápida.

Infelizmente, uma das mudanças de regras mais debatidas não foi feita. As famigeradas bolas que param dentro de um “divot”. “Um dos principais objetivos das mudanças é tornar as regras mais fáceis de entender e aplicar, mas também manter as tradições e os princípios do jogo. E os princípios são jogar a bola como está e o campo como você o encontra. Então, colocar uma regra que permita que um jogador remova uma bola de um “divot” não era algo que estávamos querendo fazer”, diz Thomas Pagel, diretor sênior de regras da USGA.

Meus amigos e amigas, as mudanças foram feitas para facilitar o entendimento, o jogo e o ritmo. Leia, pergunte, converse em seu clube. Procure sempre estar atento às regras do golfe, proporcionando um jogo justo e divertido a todos!

*Daniel Neves é diretor de Regras e Relações Internacionais da CBG