Home Técnica Especial putting: veja dicas para mudar a empunhadura
0

Especial putting: veja dicas para mudar a empunhadura

0
0

por_Keith Wood

Por que mudar?
Hoje em dia existem várias maneiras de empunhar o putter, com alternativas úteis se a mão dominante se torna ativa demais, interferindo excessivamente no controle da face do taco. Um exemplo é o grip cross-hand ou de mãos invertidas, com a mão esquerda debaixo da direita e, mais recentemente, os grip claw e pencil, ou seja, de pinça e lápis. Mas se essas empunhaduras podem resolver muitos problemas, isso acontece às custas do feeling natural da tacada que chega do lado dominante. Na empunhadura tradicional, ou seja, o grip reverse overlap, o lado esquerdo controla a tacada, e o direito, o release do putter. Mudando as coisas, ganha-se em alguns aspectos, enquanto se perde em outros, portanto, avalie bem prós e contras e, talvez, também leve em consideração os grips híbridos, como os de pinça ou lápis. Veja, de modo mais aprofundado, os tipos diversos de grip.

Grip tradicional
No grip tradicional, o reverse overlap, os braços pendem para baixo, a mão direita está debaixo da esquerda e há uma sobreposição invertida, com o indicador da mão esquerda acima dos dedos da mão direita e os polegares estendidos na parte plana do grip.
Tudo está muito relaxado e os cotovelos estão um pouco flexionados. Enquanto faz a tacada, o lado esquerdo controla o movimento; as mãos continuam levemente atrás na mudança de direção, e a mão direita solta a cabeça do putter. Esse é o swing ideal para o grip tradicional. Com certeza não tem que ser rígido, porque perderia completamente o feeling.

Grip de mãos invertidas
Por que muitas pessoas colocam a mão esquerda debaixo da direita? Porque ajuda a neutralizar a ação da mão direita. Com a mão esquerda mais para baixo, o grip cross-hand, alonga-se o braço esquerdo, que se torna quase uma continuação da vara e proporciona uma solidez maior. Todavia, é preciso se adequar para a distância, porque tirando a mão direita daquela posição se perde a gestão do release de parte da própria mão direita e, provavelmente, você terá que alongar um pouco a tacada.

Grips alternativos
Não uso com frequência o grip claw, ou seja, de pinça, mas gosto muito da sensação que dá porque é quase um meio-termo. Se a mão direita está ativa demais, esse grip é útil sem eliminar completamente a sua ação…

… A mão, consequentemente, permanece ativa, mas não pode ser dominante. O lápis é uma variação da pinça em que a mão direita desliza melhor pelo taco. É um método que funciona para alguns golfistas porque mantém o braço direito um pouco mais perto do corpo.

Checklist
No grip tradicional a mão esquerda controla o movimento e a direita o release do putter.
A esquerda debaixo da direita ajuda a neutralizar a direita.
De qualquer modo, o grip de pinça ainda permite à mão direita fazer o release.