Home Notícias Terras de São José GC aproveita quarentena para realizar diversas melhorias em suas instalações

Terras de São José GC aproveita quarentena para realizar diversas melhorias em suas instalações

by redação

Driving range, putting green e campo estarão ainda mais bonitos e desafiadores na reabertura do golfe

Driving Range do TSJGC após reformas, com dois platôs maiores e com nova grama

Enquanto aguardava a reabertura do golfe com as novas fases da quarentena em todo o Estado de São Paulo, o Terras de São José Golfe Clube, em Itu (SP), fez sua lição de casa e aproveitou para realizar importantes melhorias em seu campo e instalações. Não foram mudanças apenas cosméticas, mas sobretudo técnicas, visando dar maior comodidade e melhores condições nas áreas de treino e tornar ainda mais desafiadora a experiência de jogar em um dos melhores campos do Brasil.

A nova banca do green do 15 (no alto), a conclusão das obras do putting green (no centro) e a terraplanagem do platô superior do driving range (acima): TSJGC pronto para brilhar na reabertura do golfe. Fotos: divulgação

Uma das mais importantes melhorias comandadas pelo capitão, Carlos Fernando Cruz Lima, o Pinduca, e pelo vice-capitão, Antonio Carlos Cruz Lima, o Kako, foi feita nos dois platôs do driving range. O platô da frente foi muito ampliado, enquanto o de trás também recebeu melhorias, inclusive com a nivelação do terreno. “O platô frontal para bater bola tem agora 60 m de largura por 30 m de comprimento e foi plantado com a grama TifGrand, variedade da Bermuda bem fina e resistente”, conta Pinduca. “Aproveitamos também para nivelar o platô de trás, que mede 70 m x 25 m, e com o rodízio entre as duas áreas teremos sempre um gramado em excelentes condições para treinar as tacadas de média e longa distância.

Nova banca – Outra novidade foi a reforma completa da banca de prática do lado esquerdo do driving range, ideal para treinar saídas de cross bunkers. “O formato da banca do driving range permite que agora, inclusive, se treine saídas da areia com tiros longos”, conta Kako, que mora em Xangai, mas permaneceu no Brasil durante a pandemia e auxiliou o pai, Pinduca, com as melhorias do campo. Ambos também aproveitaram para terminar a reforma do putting green, o green de treino em frente à sede, perto do tee do buraco 1, que já havia sido ampliado. O green de treino e para saídas de banca localizado após o green no buraco 9 será reformado posteriormente.

A grama do putting green, plantado em mudas, é a TifEagle, terceira geração da grama Bermuda, desenvolvida para uso específico em greens que permite ganhos de velocidade, consistência e jogabilidade. “A TifEagle é muito fina e densa e com isso a bola não pula”, explica Kako. “É a mesma grama que o São Paulo Golf Club usa em seus greens”, conta o vice-capitão. Já o entorno, o “colar” do putting green, é de grama TifGrand, igual a grama do novo platô do driving range. “Por ser bem fina e fechada é ideal para os entornos de greens; foi plantada em placas.”

Buraco 15 – No campo, a principal alteração aconteceu no buraco 15, o par 3 que costuma ser local de premiação para holes-in-one nos grandes eventos do clube, e que fica em local privilegiado, ao lado do amplo bar de passagem, logo após o buraco-assinatura do campo, o 14, que tem um green-ilha. “Com as reformas, o buraco 15 exigirá uma nova estratégia de jogo, pois foi refeita a banca de areia do lado esquerdo do green, que nos últimos tempos era uma banca de grama, enquanto o lado direito foi limpo para se ter visão da água do riacho, que foi desassoreado e deixou a área muito bonita”, explica Pinduca.

Kako conta ainda que foram refeitos os tees, agora todos do lado esquerdo, o que protege as casas daquele lado, ao mesmo tempo em que coloca tanto a nova banca, como a água, mais em jogo. “Aproveitamos para retirar grama invasora dos tees e plantamos novamente a Celebration”, explica Kako. A Celebration é uma variedade de Bermuda que resiste mais às condições severas e tem excelente recuperação de divots.

Mais melhorias – “Temos planos para ampliar o green do 15 para a direita, assim a banca da direita defenderá mais o green e a água entrará mais em jogo”, antecipa Kako. O vice-capitão conta ainda que o trabalho de desassoreamento do riacho terá que ser feito novamente nos buracos 10 e 11, em breve.

“Essas foram mudanças importantes, mas o Terras de São José GC é um campo de golfe em constante evolução, com manutenção cuidadosa e melhorias permanente em cada detalhe, o que muito contribui para ser considerado sempre entre os melhores do Brasil”, orgulha-se Pinduca.

Fonte: O portal brasileiro do golfe

You may also like

Leave a Comment